Menino Topo
(44) 3031-0011

Bem-vindo

Sair Cursos Planos Cadastro Alterar Senha

Notícias

Publicado Em: 23/10/2012

O horário de verão começou na virada de sábado para domingo 21.10 vai até 17 de fevereiro de 2013, primeiro fim de semana depois do Carnaval.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) estima que o horário de verão vai trazer economia de 280 milhões de reais, contra 130 milhões de reais um ano antes.

O horário de verão começa na virada de sábado para domingo do próximo fim de semana e vai até 17 de fevereiro de 2013, primeiro fim de semana depois do Carnaval.
...

A redução na demanda de energia no horário de pico será de 4 a 4,5 por cento, disse nesta terça-feira o diretor-geral do ONS, Hermes Chipp. “Com o sistema mais descarregado no pico, ele fica menos sujeito a interrupções e contingências.” O horário de verão vai vigorar nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e no Estado de Tocantins. A Bahia pediu para ficar fora do horário de verão, o que representará um consumo a mais no horário de pico de cerca de 130 megawatts (MW).

A redução do consumo no Sudeste no horário de pico durante o horário de verão será de 1.440 MW, no Sul e Centro-Oeste de 515 MW e no Tocantins de 11 MW, segundo o ONS.

Reservatórios – O diretor-geral do ONS disse que nos últimos dias o nível dos reservatórios de hidrelétricas caiu um pouco, mas a situação ainda é de conforto.

Os reservatórios estão com 38,1 por cento da capacidade no Nordeste, com 42,5 por cento no Sudeste, com 47,2 por cento no Norte e com 39,4 por cento no Sul do Brasil.

A meta fixada pelo ONS para o fim de novembro é de 41 por cento para o Sudeste e de 33 por cento para o Nordeste.

O custo pelo uso de térmicas na geração de energia este ano deve superar o 1 bilhão de reais do ano passado, segundo Chipp. “Estamos precisando de mais térmica para atender a ponta e isso vai ser mais que no ano passado”, disse ele.

Fonte: Exame