Menino Topo
(44) 3031-0011

Bem-vindo

Sair Cursos Planos Cadastro Alterar Senha

Notícias

Publicado Em: 06/12/2012

Com um Seminário, realizado nesta quarta-feira com palestra de Paulo Grandiski, a AEAM deu início ao VIII Encontro dos Profissionais de Engenharia e Arquitetura, que também tem em sua programação a realização de um Jantar-Baile nesta sexta-feira no Maringá Clube.

Os dois eventos comemoram o Dia do Engenheiro e Arquiteto (11 de dezembro) e fecham a gestão de Altair Ferri, que passa o comando da AEAM para Nivaldo Barbosa de Lima durante o Jantar-Baile.

Seminário

 Em seu pronunciamento na abertura do Seminário, Altair Ferri fez questão de lembrar que a entidade realizou 30 eventos em cada um dos dois anos de sua gestão. “Fizemos esse trabalho com o objetivo de valorizar e propiciar maior crescimento profissional aos nossos associados”, frisou.

O diretor da AEAM e do CREA-PR, Carlos Alberto Bueno Rego, ressaltou que o grande número de ações da associação contribui para firmar a imagem da entidade e para que ela tenha o reconhecimento que merece. O presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Paraná (CAU), Jeferson Dantas Navolar, lembrou que o órgão tem trabalhado pela valorização dos arquitetos e elogiou a AEAM pela iniciativa de realizar o Seminário.

Samir Jorge, diretor Regional do Sindicato dos Engenheiros do Paraná (Senge), enfatizou a importância da participação dos profissionais em ações importantes para o futuro de Maringá. Citou como exemplo a Conferência Pública para alterações na Lei 888/2011 (Uso e Ocupação do Solo) e Lei Complementar 889/2011 (Parcelamento do Solo), que acontece na Câmara Municipal de Maringá no próximo dia 10, entre 8 e 17 horas.

Experiência

Bem humorado, Paulo Grandiski disse que é formado há 50 anos e continua na ativa porque sempre gostou de colaborar no aperfeiçoamento profissional dos colegas. É co-autor de normas técnicas do Instituto de Avaliações e Perícias de São Paulo e da Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Escreveu o livro “Problemas Construtivos – I – Aspectos Técnico-Legais da Construção Civil”, e colaborou em várias atualizações da obra “Direito de Construir”, de Hely Lopes Meirelles, considerado como “a bíblia” da matéria.

Em sua palestra, Paulo Grandiski abordou as consequências técnico-legais da desobediência às normas técnicas e deu exemplos práticos da jurisprudência. Ele também comentou a NBR 15575, que corresponde a uma \"revolução silenciosa\" no mercado da construção civil e deve ter início no primeiro semestre de 2013.