Menino Topo
(44) 3031-0011

Bem-vindo

Sair Cursos Planos Cadastro Alterar Senha

Notícias

Publicado Em: 03/09/2013

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (CREA-PR) aumentou em 64% sua equipe de fiscalização no Estado. Em abril, houve a contratação e o treinamento de 27 novos fiscais, sendo quatro deles para a região de Maringá. Nos meses seguintes eles já contribuíram para superar a marca de 2012 em fiscalizações de rotina. “No final do ano de 2012 fechamos apenas esse tipo de fiscalização com 27.856 ações em todo o Paraná. Neste ano já atingimos a marca de 28.269 ações de fiscalização ostensiva de rua”, comenta Vanessa Moura, gerente do Departamento de Fiscalização (DEFIS).

Na região de Maringá ocorreram, de abril a agosto de 2012, 2246 fiscalizações de rua, contra 3378 em 2013, representando um aumento de 50,4%. “O incremento na equipe vem de encontro com a defesa da sociedade, possibilitando a intensificação, em todo o Estado, do combate ao exercício ilegal da profissão em todas as modalidades, através de ação ostensiva em campo. Além disso, reduz-se a existência de atividades técnicas sem a emissão da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART). Orientamos a sociedade sobre a importância de se contratar um profissional habilitado para exercer as atividades técnicas colaborando para maior qualidade e segurança das obras e serviços”, ressalta o engenheiro eletricista, facilitador do Núcleo Norte de Fiscalização do CREA-PR, Rubens Galera.

As inovações introduzidas desde o ano passado buscam não só a quantidade, mas também a qualidade das fiscalizações. Entre elas está a centralização da gestão de fiscalização no DEFIS. É do Setor de Planejamento e Controle da Fiscalização do DEFIS que saem mensalmente todos os roteiros e planos de fiscalização personalizados para cada fiscal. Esse tipo de gestão otimiza a disponibilização da mão-de-obra em todo o Estado, racionaliza a distribuição das rotas e demandas de fiscalização, sempre alinhado ao planejamento estratégico do Conselho e às metas e objetivos do departamento. “O resultado já começa a aparecer, graças ao planejamento eficiente e a uma equipe bem preparada”, afirma a gerente do DEFIS. 

O superintendente do CREA-PR, engenheiro agrônomo Celso Ritter, declara que os números refletem não só a contratação de novos agentes de fiscalização, mas também o fortalecimento consistente do processo fiscalizatório, um dos compromissos da gestão 2012-2014. “Mês a mês os resultados são animadores. Resultado do novo paradigma implantado, sob a coordenação do presidente, engenheiro civil Joel Krüger, o que demonstra que o processo de reformulação foi acertado”, avalia.

Assessoria de imprensa CREA-PR, regional Maringá