Menino Topo
(44) 3031-0011

Bem-vindo

Sair Cursos Planos Cadastro Alterar Senha

Notícias

Publicado Em: 28/08/2015

 

AEAM apoia ações de Combate ao Fumo


A AEAM considera fundamental a instituição do Dia Nacional de Combate ao Fumo, celebrado em 29 de agosto, como forma de conscientizar e mobilizar a população sobre os riscos decorrentes do uso do cigarro. A data foi criada em 1986 pela lei nº 7488. 
O tabagismo é, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a principal causa de morte evitável no planeta. São quase seis milhões de mortes. Apenas no Brasil, estima-se que morrem em torno de 200 mil pessoas em decorrência do fumo. 
O uso constante do tabaco pode causar dependência em virtude da presença de nicotina. O uso prolongado causa muitas doenças. Os fumantes tem duas vezes mais probabilidades de contrair doenças do que pessoas livres do vício. Fumantes também tem pior resistência física, fôlego, aparência e desempenho nos esportes e na vida sexual.
Somente a fumaça do tabaco possui mais de 4.700 substâncias tóxicas, sendo várias delas cancerígenas. São substâncias que agem como estimulante do sistema nervoso central, elevam a pressão sanguínea e a freqüência cardíaca, diminuem o apetite e desencadeiam náusea e vômito.
Entre os problemas que o tabagismo pode desencadear, enumeramos: infarto do miocárdio, enfisema pulmonar, derrame, câncer de pulmão, traqueia, laringe e brônquio; impotência sexual no homem, infertilidade da mulher, hipertensão e diabetes. Estima-se que 90% das pessoas que desenvolvem câncer de pulmão apresentem como fator responsável o fumo, sendo importante destacar que as chances de cura para essa doença são bastante baixas. (com informações do site Brasil Escola)