Menino Topo
(44) 3031-0011

Bem-vindo

Sair Cursos Planos Cadastro Alterar Senha

Notícias

Publicado Em: 30/05/2017

 

A distinção foi entregue pela Federação das Indústrias do Paraná (FIEP).

Yabiku é membro da diretoria da Associação Cultural e Esportiva (Acema) e diretor do Lar Escola da Criança, tendo ocupado a presidência do Conselho de Desenvolvimento de Maringá (Codem).

Durante o evento estiveram presentes o presidente da FIEP, Edson Campagnolo, o vice-prefeito Edson Scabora, o secretário de Planejamento, Arquiteto Celso Saito, entre outras autoridades. A AEAM foi representada pela presidente Keila Uezi; pelo ex-presidente Carlos Alberto Bueno Rego; e pelos diretores Gilberto Donizete Delgado, Lillianny Ripke Gaspar e Marcos Kenji.

Em seu discurso, Wilson Yabiku agradeceu aos funcionários da sua empresa e aos familiares que atuam na Design. “Graças a vocês é que estou recebendo esta premiação”, frisou. Ele também destacou o trabalho voluntário no Lar Escola, atuação que o torna “mais humilde e compreensivo” diante das dificuldades da vida.

Wilson Yabiku falou sobre a situação de crise política e econômica vivida pelo país. Neste ponto, ele fez questão de ler a posição do Sinduscon Noroeste, enviada aos associados no dia 18 deste mês, sobre os últimos acontecimentos políticos.

Na nota, o sindicato defende uma ampla reforma do sistema política, que seja debatida com toda sociedade e que possa prevenir e eliminar os problemas comuns na administração pública e na relação das empresas, sejam elas fornecedoras de bens ou serviços.

O empresário também ressaltou que as pessoas não devem confundir uma pequena parcela de maus e grandes empresários do setor da construção, que estão envolvidos na Operação Lava Jato, com a grande parcela de pequenos e médios empreendedores do setor que trabalham com ética.

Nesse ponto, Yabiku lembrou a mensagem do Sinduscon que diz: “temos sim, políticos e empresários dos mais variados setores, e também funcionários públicos de índole inescrupulosa. Mas, são minoria e não podemos deixar que continuem a prejudicar nossos cidadãos e nossas empresas. Por isso, temos a necessidade de reformas que blindem nossa estrutura pública contra atos de corrupção e improbidade administrativa”.

Falsa ilusão

O presidente Edson Campagnolo também falou sobre os problemas do país. Mas, frisou que é preciso olhar o lado positivo dos fatos. Segundo ele, o país viveu durante alguns anos com a falsa ilusão de que tudo ia bem. “A Operação Lava Jato deflagrou uma grande crise. Mas, a crise seria ainda maior no futuro se o país continuasse a ser administrado de forma desastrosa ao lado de tanta corrupção”.         

Além de Wilson Yabiku, a FIEP entregou a medalha do mérito industrial para o empresário do setor do vestuário Edson Recco, da indústria Recco. Campagnolo elogiou os empresários em geral e os ganhadores da medalha:

“Os empresários industriais sustentam este país, e este é um motivo de comemoração neste Dia da Indústria”, disse. “Os dois homenageados desta noite sintetizam o esforço de toda a comunidade industrial, responsável pela geração de empregos, riquezas e impostos. E que fazem muito mais, realizando trabalhos de cunho social, fazendo aquilo que, muitas vezes, seria obrigação do poder público”, acrescentou.     

        

Assessoria de Imprensa AEAM Dirceu Herrero Gomes - Jornalista - 9 99212999RG COMUNICAÇÃO - 44 30283122